Semeando o hábito pela leitura

“Vai chover caneta e papel. Vai cair letrinhas do céu. Não é chuva de se molhar. Está chovendo histórias para contar. Vai chover plim, plim, plim.”. E começa a viagem ao mundo da literatura através do projeto Chovendo Histórias.

A iniciativa é da Escola Municipal Dr. Alberto Pasqualini, do município de São Sebastião do Caí, que vem realizando através das turmas do pré ao 5º ano o projeto de incentivo ao hábito e prazer pela leitura.

Assim, as rotinas nas salas de aula tomaram nova forma desde o início do ano quando os professores iniciaram a contação de histórias utilizando uma sombrinha, que serve como cenário para a hora do conto, um instrumento que cativou as crianças, de acordo com os professores.

A diretora da escola, Luana da Rosa Correa, explica que cada turma escolhe uma história, e inicia o processo de criação dos personagens com materiais diversos, ensaiam a contação e apresentam para os alunos da escola de uma maneira lúdica e criativa, com o intuito de despertar o interesse dos outros alunos pela sua história.

Segundo a diretora, o projeto começou a dar resultados quando os professores observaram o interesse pelas histórias apresentadas, que resultou no aumento da retirada de livros na biblioteca. A partir desta observação os alunos e professores se perguntaram como seriam as bibliotecas das escolas municipais de São Sebastião do Caí e se os espaços eram adequados para despertar nas crianças e jovens o desejo pelos livros.

E desta forma os alunos iniciaram uma nova etapa no projeto, quando começaram a levar a contação de histórias para outras escolas, como uma forma de visita, onde o presente seria uma sombrinha, para que a partir de cada visita a própria escola pudesse criar o seu cenário para a leitura, relata a diretora.

Os professores se empenharam na confecção dos personagens, ensaiaram com um grupo de alunos e a história “A MENINA QUE ODIAVA LIVROS” ganhou vida nas doze escolas municipais de São Sebastião do Caí.

“Um momento encantador, onde alunos e professores apreciaram a história contada e adoraram o presente recebido”, afirma Luana.

Além disso, a escola ainda desenvolve um projeto semelhante com os pais “Chovendo Histórias na minha casa”, onde os alunos levam uma sacola de livros para casa, com o intuito de realizarem a leitura em família. A professora Luana destaca que assim as famílias vivenciam um momento com seus filhos, tornando a leitura ainda mais prazerosa.

O projeto já foi premiado com o 4º lugar no II Caí na Pesquisa e será apresentado nos dias 27 a 29 de novembro na Mostratec da Fundação Liberato, em Novo Hamburgo.