Câmeras devem entrar em operação até outubro

O projeto do videomonitoramento de São Sebastião do Caí foi tema de uma reunião entre a prefeitura, Brigada Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal nesta semana. No encontro, o coordenador do projeto, Luís Fernando Nedel, detalhou o andamento do trabalhos e os presentes ratificaram a aprovação dos dez pontos previamente definidos para receber as novas câmeras.

“Abordamos os pontos, detalhamos os tipos e especificações de equipamentos oficializamos que a central de monitoramento ficará na sede da Brigada Militar. O arquiteto Alexandre Koch, que presta serviços ao município, já trabalha de forma voluntária no projeto da sala que receberá os monitores de recepção de imagens na sede da BM”, explicou Nedel. Ele destacou que a previsão é de ter o sistema todo funcionando até o final de outubro. “Todas as câmeras serão de 360 graus, de alta definição e com zoom de aproximação de 23 vezes, podendo identificar uma pessoa ou placa de veículo a mis de duas quadras de distância.”

O coordenador salientou ainda que o município terá rede de fibra óptica completa em praticamente todos os bairros, o que abre a possibilidade de ampliação da cobertura por câmeras através de parcerias público-privada. “Também estamos abertos a municípios vizinhos que queiram interligar sistemas de câmeras, a fim de ampliar a vigilância a nível regional. Isso reduziria custos e ampliaria os efeitos positivos na segurança pública”, completou Luís Fernando Nedel.

Sistema caiense terá dez pontos de monitoramento

O sistema de videomonitoramento de São Sebastião do Caí terá dez pontos com câmeras, definidos em conjunto com a Brigada Militar e Polícia Civil.

São eles a entrada norte da cidade Rua Omiro Ledur com a ERS-122),  na rotatória da sinaleira da Rua Padre João Wagner, na ponte de acesso da Rua Sete de Setembro com a ERS-124, nas esquinas das lojas Colombo e Taqui, Rua São João com Aquidaban, na subida do cemitério municipal (bairro Quilombo), na entrada da comunidade de Angico, no bairro Conceição (avenida Nelson Hoff com a acesso a estrada Campestre Conceição com Santuário Nossa Senhora Aparecida do Sul) e no bairro São Martim (em frente a Escola David Canabarro).

O coordenador do projeto destaca ainda que as duas câmeras já existentes no Centro também serão incorporadas ao sistema.