Município não terá programação de Carnaval

Em virtude da instabilidade financeira e eleitoral do País, aliada a necessidade de manter o município com as contas em dia, a Administração de São Sebastião do Caí definiu por cancelar a programação do Carnaval de 2018. A decisão foi comunicada aos representantes das escolas de samba da comunidade em reunião ocorrida nesta semana. A meta é retomar a grande festa de momo, assim como a ocorrida ano passado, em 2019.

Segundo o vice-prefeito e prefeito em exercício Luiz Alberto Oliveira, os carnavalescos ficaram chateados, mas entenderam os argumentos da prefeitura. “Foi uma reunião muito tranqüila. O pessoal nos ouviu e entendeu que temos de ser ainda mais rígidos na gestão de recursos em um ano que ninguém ainda sabe o que pode acontecer. Além disso, temos tido redução de valores do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e de outras verbas federais, o que nos obriga a buscar ainda mais economia.” A coordenadora de Cultura da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto (Smecd), Ingrid Borchhardt, afirmou que a meta para este ano é retomar o trabalho em torno da Liga das Escolas. “Temos de regularizar a entidade e colocá-la como parceira ativa do município na programação do Carnaval. Isso vai facilitar no repasse de recursos e busca de parcerias e patrocínios.”

Segundo ela, a programação carnavalesca de Caí ocorrida em 2017, que contou com muambas nas escolas e comunidades, escolha das soberanas da folia e desfile de carnaval, teve um custo aproximado de R$ 60 mil. “Além disso, temos a confirmação de que o desfile de Porto Alegre, onde vários de nossos carnavalescos participam e depois trazem convidados , fantasias e alegorias para participarem na programação caiense, ocorrerá apenas nos dias 23 e 24 de março. Com isso, teríamos de fazer o nosso em abril. Ficaria inviável”, destacou Ingrid.