FGTS pode começar a ser liberado em 15 de junho

Com as dificuldades impostas pela pandemia do novo coronavírus e pela estiagem que atinge o Rio Grande do Sul, situações que justificam os dois decretos de situação de emergência em vigor em São Sebastião do Caí, a liberação de um dinheiro extra pode ser a salvação de muitas famílias. E para os trabalhadores esse recurso será o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que pode ser liberado a partir de 15 de junho.

A previsão foi dada pelo secretário municipal de Assistência Social, Pedro Griebler. “Com ambos os decretos de emergência já homologados pelo Estado e governo federal, a liberação do FGTS é viável. Porém, como a Caixa Econômica Federal está envolvida nos pagamentos do auxílio emergencial de R$ 600,00, colocou o dia 15 de junho como data para começar a liberar os primeiros recursos do fundo de garantia.” Ele explica que, assim como ocorre nas situações de enchente, os interessados deverão procurar a Assistência Social para encaminhar o documento de liberação. “A diferença é que agora, ao invés de apenas os moradores de áreas alagáveis terem direito, toda a população poderá solicitar o recurso.”

Os saques, porém, tiveram limites impostos pelo governo federal. Segundo Griebler, para os trabalhadores em geral o limite será de R$ 1.045,00 por conta do FGTS devido a pandemia. Já os produtores rurais atingidos pela seca que tiverem saldo do FGTS poderão sacar até R$ 6.220,00 por conta ativa do fundo.